A bancada do Partido Verde na Câmara vem a público repudiar a nota emitida hoje pelo Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General Augusto Heleno, acerca do pedido de apreensão dos celulares do Presidente da República e de seus filhos.

A providência situa-se no âmbito de um procedimento investigatório conduzido pelo Supremo Tribunal Federal, foro competente para a apuração dos fatos relacionados. A simples menção ao descumprimento das eventuais determinações e, sobretudo, à ameaça velada aos demais poderes da república, representam grave ofensa à ordem democrática e à submissão ao Estado de Direito.

Em uma sociedade que se pretende organizada e cumpridora de seus deveres e obrigações, é intolerável a insinuação à quebra da ordem democrática no caso de efetivação das medidas judiciais.

Não há mais espaço para arroubos antidemocráticos nos dias atuais. Impõe-se a devida apuração dos ilícitos eventualmente cometidos nas falas divulgadas. Não menos importante, é urgente que as autoridades envolvidas venham a público fornecer as devidas explicações sobre a infeliz nota divulgada, sob pena de ainda mais tensionamento do já esgarçado tecido social brasileiro.