A Frente Parlamentar Mista em Defesa das Energias Renováveis, Eficiência Energética e Portabilidade da Conta de Luz realiza seminário, nesta quarta-feira (9), com o tema “O Novo Prosumidor – um debate sobre geração distribuída, energias renováveis, eficiência energética e portabilidade da conta de luz no contexto da economia de baixo carbono”. O evento é realizado em parceria com o EcoCâmara (Comitê de Gestão Socioambiental da Câmara dos Deputados) e com a Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel).

Participaram do seminário representantes dos ministérios de Minas e Energia e do Meio Ambiente e os deputados Antonio Carlos Mendes Thame (PV-SP), Fábio Garcia (PSB-MT), João Fernando Coutinho (PSB-PE), além do coordenador-geral do Ecocâmara, Luiz Vicente.

Simulação e carro elétrico
Na oportunidade, estará à disposição dos participantes um totem para calcular o quanto cada consumidor cativo, como o residencial, pagaria um valor menor na sua conta de luz, se pudesse comprar energia no mercado livre. O cálculo é feito a partir de um programa de computador desenvolvido pela Abraceel, com base no preço médio do produto no ambiente livre e nas tarifas de energia das distribuidoras. Ele exige apenas que o usuário escolha a região e a distribuidora que o atende, e digite o valor da fatura paga mensalmente. Ao final do evento, os participantes terão a oportunidade de fazer um teste em um carro elétrico.

Prosumidor
A Frente Parlamentar Mista em Defesa das Energias Renováveis, Eficiência Energética e Portabilidade da Conta de Luz é coordenada pelo deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PV-SP). Segundo ele, o objetivo da frente é inserir, na agenda política, temas fundamentais para o desenvolvimento do setor elétrico. O parlamentar lembrou que tramita na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, respectivamente, o Projeto de Lei 1917/15 e o Projeto de Lei do Senado 232/16. Ambos promovem alterações no modelo comercial do setor elétrico e asseguram a portabilidade da conta de luz a todos os brasileiros em 2023.

“Além do inalienável direito de escolha do seu fornecedor de energia, as mudanças propostas incentivam o uso de fontes renováveis de energia e criam uma nova figura no setor elétrico: o “prosumidor”, isto é, o consumidor que produz a sua própria de luz”, ressaltou Thame.

Painéis
O painel “O Futuro do Mercado Elétrico” terá como palestrantes o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino; o superintendente de assuntos econômicos e energéticos da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Jeferson Soares; o presidente executivo da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), Reginaldo Medeiros; e o presidente do conselho da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O segundo painel ,“Economia de Carbono e Oferta de Energias Renováveis”, contará com as participações do professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Adilson de Oliveira; do presidente do conselho da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Nelson Colaferro; e do diretor técnico da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeoolica), Sandro Yamamoto.

O evento está marcado para o auditório Freitas Nobre, da Câmara dos Deputados, das 8h30 às 13h.

 

Fonte: site da conews / conews.com.br

Foto: Divulgação